PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Porto Seguro, 11 de Fevereiro de 2016
Porto Seguro
+26°C

10/02/2016
por Topa Tudo News - Braian Prado
Secretário Estadual de Saúde visita Porto Seguro

A terceira noite do carnaval de Porto Seguro, 08/02,  foi marcada pela presença do Secretário Estadual de Saúde, Dr. Fábio Vilas Boas, a estrutura de saúde montada pela Prefeitura para atender os moradores e turistas nos dias de festa. Acompanhado pela Prefeita Cláudia Oliveira, juntamente com o Deputado Estadual, Robério Oliveira, contando com a participação do Vice Prefeito, Humberto Nascimento, Secretária de Saúde, Edna Alves, e o líder do governo na Câmara, Vereador Evai Fonseca, as autoridades inicialmente visitaram as instalações do Pronto Atendimento, stand totalmente aparelhado para desenvolver assistência de urgência e emergência ao folião que necessitar de todo suporte médico.

Na sequência, prestigiaram o trabalho de prevenção às doenças sexualmente transmissíveis, oferecido no circuito do carnaval. No espaço é possível realizar testes rápidos de HIV,  Hepatite e Sífilis, todos exames gratuitos e seguros.

Dia de visitas
A agenda de compromissos do Secretário Estadual de Saúde, Dr Fábio Vilas Boas, teve início no período da manhã, quando esteve, ao lado da Secretaria de Saúde, Edna Alves, e equipe técnica realizando importantes visitas às unidades de urgência e emergência existentes no município.

Entre as instituições de saúde, os gestores acompanharam o atendimento ofertado no Hospital Deputado Luiz Eduardo Magalhães. Na ocasião, o Secretário Fábio Vilas Boas anunciou a criação de 15 novos leitos de UTI, além da implantação do serviço de hemodinâmica no HDLEM.

Dando prosseguimento ao cronograma de visitas, a comitiva visitou, também, a Unidade de Pronto Atendimento, UPA 24H, situada no Complexo Frei Calixto, e o Hospital Municipal, localizado na AV. dos Navegantes, objetivando ampliar e melhorar, ainda mais, o atendimento de qualidade oferecido  aos moradores e turistas.

Por Ascom - Secretaria de Saúde

10/02/2016
por Topa Tudo News - Braian Prado
‘Bolsa Família é um programa de democratização do poder’, diz Nobel da Paz

O ativista indiano Kailash Satyarthi é reconhecido mundialmente como um dos principais porta-vozes da luta contra o trabalho infantil. Por uma de suas missões, que libertou 80 mil crianças em situação de escravidão na Índia, ele recebeu, em 2014, o Prêmio Nobel da Paz, ao lado da paquistanesa Malala Yousafzai.

Em visita ao Brasil, Satyarthi participou de reuniões com ministros e autoridades. O indiano se declarou parceiro do País e fã das políticas públicas brasileiras de inclusão social e combate à pobreza. "O Bolsa Família não é simplesmente um programa de desenvolvimento, é a democratização do poder e o empoderamento da população pobre. Mais importante que isso, ele cria esperança na parcela mais pobre da sociedade", disse, em entrevista exclusiva ao Portal Brasil.

Nesta semana, Satyarthi teve um encontro com a presidenta Dilma Rousseff para discutir novas ações contra o trabalho infantil e sugeriu que o Brasil encabece uma conferência entre os países do BRICS para debater a sustentabilidade na pauta da infância.

Leia abaixo os principais trechos da entrevista:

Portal Brasil: O que levou o sr. a trabalhar com o tema do trabalho infantil?
Kailash Satyarthi:
 Era muito apaixonado desde a minha própria infância sobre o assunto. Quando tinha cerca de cinco anos, vi um garoto sapateiro trabalhando no portão da minha escola. Era meu primeiro dia de escola e fiquei chocado. Perguntei aos meus professores, aos meus amigos e todo mundo disse 'ah, são crianças pobres e estão trabalhando', como se não tivesse nada fora do comum. Depois de uma semana, fui àquela criança sapateira e perguntei ao seu pai: "por que você não manda seu filho à escola?". Ele respondeu que nunca tinha conversado sobre isso. Ele disse que seu pai, seu avô e ele, todos começaram a trabalhar na infância, e assim seria com seu filho. Ele disse para mim que, talvez eu não soubesse, mas eles eram obrigados a trabalhar. Essa foi a resposta dele, mas foi um desafio para mim durante toda a minha vida. Por que algumas crianças eram obrigadas a trabalhar, aos custos da sua educação, saúde, liberdade, infância e isso deveria ser aceitável? Comecei a pensar nisso e a enxergar o mundo com um olhar diferente. Fiz graduação, me tornei um engenheiro e dei aulas na universidade. Mas finalmente segui meu coração, deixei minha carreira e comecei a trabalhar com esse assunto. Foi um pouco difícil, porque não tinha exemplos no meu país para aprender a lutar. Principalmente porque ele não é, muitas vezes, visto como um problema. Mas, aos poucos, as pessoas foram enxergando essa questão não simplesmente como a pobreza, e sim a negação de direitos, dignidade e liberdade. Isso não é negociável.

Portal Brasil: Quais é a iniciativa brasileira que você considera exitosa no combate ao trabalho infantil?
Satyarthi:
 Penso que a iniciativa mais bem sucedida, definitivamente, é o Bolsa Família, porque junta diferentes aspectos da infância. Desse modo, a criança não é vista isoladamente. Ela é vista como parte de uma família. A educação, a saúde, a erradicação da pobreza e má nutrição, tudo isso é contemplado em um só programa, e é muito impressionante – e isso tudo condiciona a transferência de renda. Aquele dinheiro é dado às mães de filhos que estão indo à escola e os que estão recebendo atenção de saúde. O Brasil tem uma legislação muito mais progressista contra o trabalho infantil e trabalho forçado do que os padrões internacionais. O Brasil dá exemplo nesse quesito e deve ser seguido por outros países.

Portal Brasil: O sr. acredita que iniciativas parecidas podem ser utilizadas em países semelhantes ao Brasil, como a própria Índia?
Satyarthi:
 A Índia também tem esse problema, mas nós tivemos progresso ao longo dos anos. Não é só o crescimento da economia, tecnologia de informação e engenharia. É igualmente importante o fato de termos constituído o direito legal à educação. Temos leis específicas para garantir educação gratuita para todas as crianças. E pudemos assistir à redução do trabalho infantil de 12,5 milhões de crianças, há dez anos, para cerca de quatro milhões agora. Houve progresso, mas esses países como a Índia, Brasil, África do Sul, Rússia, todos esses países do BRICS e semelhantes, têm demonstrado liderança em diversas formas. Apesar de todas as dificuldades e desafios que eles têm enfrentado por dentro e fora, suas vozes agora são ouvidas. E eles deveriam tomar a liderança e mostrar a todo o mundo que conseguimos achar soluções. Mas é necessário demonstrar suas práticas, garantir que elas funcionem de forma adequada, para mostrar que os problemas relacionados à infância estão resolvidos e serem modelos para todo o mundo. Eles devem ser os porta-vozes para o resto do planeta e falarem alto: priorizem as crianças, gastem mais verba com a infância e a educação infantil, garantam sua proteção e saúde, e as políticas serão mais integradas.

Portal Brasil: Você elencou o Bolsa Família como sendo a principal política pública brasileira contra o trabalho infantil. O Programa é alvo de muitas críticas no País. Por que você acha que essas críticas existem?
Satyarthi:
 Qualquer tentativa de mudar o status quo da sociedade sempre irá encarar críticas. O criticismo contra o Bolsa Família não é uma coisa nova. Aqueles que sentem que controlam o poder das terras, o poder do dinheiro e o poder do lucro se sentem ameaçados. Porque agora, com o Bolsa Família, o poder está sendo descentralizado. O Bolsa Família não é simplesmente um programa de desenvolvimento, é a democratização do poder e o empoderamento da população pobre. Mais importante que isso, ele cria esperança na parcela mais pobre da sociedade. Eles se sentem empoderados e algumas pessoas não gostam disso.

Por Portal Brasil

10/02/2016
por Topa Tudo News - Braian Prado
Bloco da limpeza devolve o brilho da cidade no Carnaval

A folia das ruas de Porto Seguro está contando com um bloco bem diferente neste ano. Enquanto os foliões brincam no Carnaval mais contagiante do Brasil, o bloco dos garis – não menos animado e colorido – entra na avenida para deixar a cidade limpa e bonita para moradores e turistas. Os cerca de 500 garis entraram no clima, o uniforme ganhou adereços, como óculos coloridos, chapéus, colares e perucas.

O objetivo é conscientizar a população a se divertir sem sujar as ruas ou avenidas da cidade, descartando o lixo nos locais adequados. O bloco da limpeza não economizou em animação e contagiou quem os viu em ação. “Estou adorando ver a dedicação e esforço desses bravos foliões, muito bom ver o trabalho deles feito em clima de carnaval”, disse o turista Alessandro Vilas, do Espírito Santo.

“O setor de serviços públicos fica sobrecarregado nesse período, mas nossos garis foliões estão sempre prontos para devolver o brilho da nossa cidade”, disse a coordenadora de limpeza, Luzinete Pinha, elogiando o trabalho incansável dos garis.

Por Ascom - Prefeitura de Porto Seguro

10/02/2016
por Topa Tudo News - Braian Prado
Carnaval de Porto Seguro superlota a cidade

Ruas e praias lotadas de turistas e muito movimento nos bares, hotéis, pousadas e restaurantes da cidade é o saldo do Carnaval 2016 em Porto Seguro. Na Passarela do Descobrimento, onde a Prefeitura está realizando a festa, centenas de moradores também estão se esbaldando, ao som das diversas atrações, que têm levado muita alegria e diversão ao grande público.

Na segunda-feira, quem comandou a festa foi a banda Babado Novo, que agitou a galera até o dia amanhecer. Com suas dançarinas eletrizantes e um repertório super variado, a Banda Lordão também levou o seu recado para o grande público, que seguiu animado atrás do trio elétrico.

Atrações locais também não deixaram por menos, com André Lima e Rafael e o vocalista da Banda Virou Bahia, Gabriel Brito, que arrastou o bloco Balacobaco, cantando juntos no encontro dos trios. “É muito bom ver essa galera vibrando com atrações da nossa cidade. É gratificante saber que a Prefeitura valoriza e investe nas bandas locais”, disse o vocalista André Lima.

Trabalho e renda

De acordo com o superintendente de Concessões da prefeitura, Edvaldo Ribeiro, 40 fiscais da Secretaria de Trânsito e Serviços Públicos também estão atuando na Passarela, realizando, entre outras ações, a organização das barracas e isopores, para facilitar a circulação dos trios e das pessoas; além de inibir o porte de garrafas de vidro e evitar a presença de vendedores ambulantes não cadastrados no circuito.

“Fizemos o cadastramento de todos os ambulantes que estão atuando na Passarela, priorizando as pessoas que vivem e trabalham aqui o ano inteiro. Temos que preservar o trabalho desses ambulantes que moram na cidade e aproveitam oportunidades como essa para conseguir uma renda extra”, enfatiza o superintendente, que aproveita para agradecer o apoio da PM a todas as ações que estão sendo realizadas.

A festa continua nessa terça-feira, quando é esperado o maior público de todos os dias, para assistir aos shows de Léo Santana e A Vingadora, uma das grandes atrações do Carnaval deste ano na Bahia. Outra presença ilustre aguardada é a da governador Rui Costa, que deixa o Carnaval de Salvador para prestigiar a festa em Porto Seguro.

Por Ascom – Prefeitura de Porto Seguro

10/02/2016
por Topa Tudo News - Josemir Tadeu
Hospital Luiz Eduardo Magalhães terá 15 novos leitos de UTI

O Secretário Estadual de Saúde da Bahia, Dr. Fábio Vilas-Boas,em visita à unidade de saúde,nesta segunda feira (8),acompanhado da Secretária de Saúde do município, Drª Edna Alves, anunciou a criação de quinze (15) novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva, sendo dez (10) destinados à pacientes com perfil cardiológico e neurológico.

" O projeto está pronto para ser licitado e as obras devem iniciar ainda no primeiro semestre," afirmou o secretário

Foi anunciado também a implantação do serviço de hemodinâmica no hospital, com o objetivo de qualificar cada vez mais a assistencia, já que a demanda na região é bem reprimida, ainda segundo o titular da Sesab.

Fonte: Com informações da Ascom - Sesab

10/02/2016
por Topa Tudo News - Braian Prado
2015 foi o ano mais seguro na aviação comercial no Brasil

Com quase 103 milhões de passageiros transportados no ano passado, a aviação comercial brasileira tem um ótimo motivo para comemorar: em 2015 não houve acidente (com ou sem fatalidades) no transporte aéreo regular de passageiros. O índice é o melhor registrado na história da aviação no Brasil. O ano passado também foi o quarto ano consecutivo sem registro de fatalidades na aviação comercial. O menor número de acidentes até então registrado havia sido em 2013, com um acidente sem fatalidade. Em 2014, foram observados três registros de acidentes.

“Esse é um dos indicadores que mais recompensam o trabalho da Agência, pois reflete a qualidade das ações que vem sendo desenvolvidas na ANAC”, avalia o diretor-presidente, Marcelo Pacheco dos Guaranys. “A segurança é nosso principal foco de atuação e para ela dedicamos quase 80% de nossas atividades”, completa.

Os resultados alcançados nos últimos anos ratificam a avaliação da auditoria da Organização de Aviação Civil Internacional (OACI), que, em novembro do ano passado, colocou o país em quarto lugar no ranking de segurança operacional da aviação em todo o mundo, ficando atrás apenas da Coreia do Sul, de Cingapura e dos Emirados Árabes Unidos. 

Por Jornal de Turismo

10/02/2016
por Topa Tudo News - Braian Prado
Em Porto Seguro, Rui enfatiza a paz e o caráter econômico do Carnaval

O governador Rui Costa enfatizou o clima de paz do Carnaval baiano ao participar, nesta terça-feira (9), do desfile de entidades culturais e trios elétricos em Porto Seguro, na Costa do Descobrimento.

"O excelente trabalho da polícia e a aposta nas atrações sem cordas devolvem o Carnaval ao povo que, afinal, foi quem inventou esta festa maravilhosa", disse, do alto do trio de Amanda Santiago, um dos mais animados do circuito. Ele estava acompanhado da primeira dama Aline Peixoto.

Rui lembrou que o Governo do Estado não investiu apenas no Carnaval de Salvador. "Estivemos presentes em toda a Bahia, como aqui em Porto Seguro. É bom observar o crescimento da festa na cidade e ver que, juntos aos baianos, brincam em paz foliões vindos de São Paulo, Rio, Minas e muitos outros estados, gerando renda e empregos na nossa terra".

"No ano que vem faremos uma festa ainda melhor, sempre incentivando a participação popular", explicou.

Por Secom - Governo da Bahia

10/02/2016
por Topa Tudo News - Braian Prado
Muita animação na segunda noite de Carnaval em Porto Seguro

A segunda noite do circuito oficial do Carnaval de Porto Seguro reuniu uma multidão que curtiu a festa ao som das atrações Reinaldo (Ex-Terra Samba), É o Tchan, Banda Cactus e Saam Vagner na noite deste domingo, 7 de fevereiro, na Passarela do Descobrimento.

Quem abriu a folia foi a banda Cactus. Na sequencia veio o cantor Reinaldo com um repertório que trouxe músicas que marcaram época no Carnaval da Bahia. Em seu trio estavam a prefeita de Porto Seguro, Cláudia Oliveira, acompanhada do deputado estadual, Robério Oliveira, secretários municipais, vereadores e amigos.

Festa de paz e das famílias

A gestora municipal comemorou os resultados desta grande festa. “Estamos muito felizes por realizarmos mais um Carnaval da paz, com famílias curtindo e muita descontração. O brilho do Carnaval em Porto Seguro continua crescendo e nos projetando para todo o Brasil como um dos mais importantes destinos turísticos do País”, disse a prefeita.

Por volta da 1h, o grupo É o Tchan tomou conta da Passarela e fez a multidão dançar ao som de grandes sucessos em uma viagem pela música baiana. “Como é bom estar aqui novamente”, disse o vocalista Beto Jamaica.

O encontro dos trios das duas atrações principais foi o ponto alto da noite. O cantor Saam Wagner fechou a programação com chave de ouro.

Estrutura e segurança

Com uma estrutura que conta com quatro trios elétricos, iluminação especial, telões de led e bases de apoio para a Secretaria de Saúde, Trabalho e Desenvolvimento Social, Polícias Civil e Militar, Bombeiros, Conselho Tutelar e Juizado de Menores, a festa correu com tranquilidade.

O 8º Batalhão da Polícia Militar conta com aproximadamente 300 homens trabalhando no Carnaval de Porto Seguro, Arraial D’Ajuda, Trancoso e Belmonte. Já o Corpo de Bombeiros está com efetivo de 40 homens para atuação em resgate, salvamento e combate a incêndio.

Toda esta estrutura é um convite para os foliões e faz com que turistas como Edmilson, Ailce, Jaguari e Edna venham do Rio de Janeiro e curtam a festa no mais autêntico clima. “Temos fantasias diferentes para todas as noites”, completaram.

Por Ascom – Prefeitura de Porto Seguro

10/02/2016
por Topa Tudo News - Braian Prado
Porto Seguro celebra o Carnaval Cultural de todas as tribos

A noite de Domingo do Carnaval Cultural celebrou a mistura de tribos e uma festa que vem sendo de muita paz, tranquilidade e alegria nas ruas de Porto Seguro. Os blocos Nem Me Viu, o afro Brasil Chama África, Butterfly e, o mais antigo da cidade, o Fantástico, foram os destaques da noite.

Com um paredão de som de 6 metros de largura, o bloco Nem Me Viu arrastou centenas de jovens pelo Circuito Cultural. Com a potência de um trio elétrico, impossível ficar parado! A alegria tomou conta de quem acompanhou o desfile.

Celebrando o 42º aniversário, o bloco Fantástico, o mais antigo de Porto Seguro, levou belas mulheres para as ruas da cidade e celebrar o Carnaval Cultural. Foi um encontro de gerações, com mães, filhas e netas, juntas, pulando e se divertindo ao som de charanga e mostrando que a folia de rua é para todas as idades!

O bloco Brasil Chama África representou de forma belíssima a cultura afro de Porto Seguro. Homens e mulheres com lindas fantasias, ao som de batuques e atabaques, mostraram a beleza negra e chamaram a atenção do público para o fim da intolerância religiosa.

Encerrando a noite, o bloco Butterfly veio para a avenida em seu primeiro ano para homenagear o dançarino e animador de palco Lady Butterfly, muito conhecido em Porto Seguro, morto em 2013. Muitos amigos do artista celebraram o Carnaval Cultural e emocionaram a plateia com uma bela homenagem.

Para mais informações com a programação completa do Carnaval Cultural, acesse o hotsite.

Por: 
Secretaria de Cultura e Turismo
Ascom – Prefeitura de Porto Seguro

10/02/2016
por Topa Tudo News - Braian Prado
Bandeiroza abrilhantou o Carnaval Cultural do Arraial d’Ajuda

Celebrando o 21º aniversário, o bloco Bandeiroza encantou milhares de moradores e turistas pelas ruas do vilarejo mais charmoso do Brasil na noite deste domingo, 07. O Arraial d’Ajuda ficou pequeno para tanta beleza, glamour e alegria estampada no rosto de cada folião que colocou sua fantasia e foi para rua festejar.

Com o tema “No Céu Azul do Arraial, Um Show de Astros e Estrelas”, o bloco foi formado com três alas fazendo alusão a três populares carnavais do Brasil: Salvador, Recife e Rio de Janeiro. Foi uma mistura de gerações com o público da terceira idade, os adultos e até mesmo a criançada. Foi possível ver de tudo um pouco, cada um com a sua fantasia. Uma noite celebrada com muita paz ao som das tradicionais marchinhas carnavalescas.

Para mais informações com a programação completa dos blocos do Carnaval Cultural de Porto Seguro, acesse o hotsite do Carnaval, e saiba mais.

Por:
Secretaria de Cultura e Turismo
Ascom – Prefeitura de Porto Seguro





PUBLICIDADE
CLASSIFICADOS
BUSCAR NOS CLASSIFICADOS






Passando a Alimpo Rádio Brilho do Sol 26-12-2014


PASSANDO A LIMPO # RADIO BRILHO DO SOL 15-12-2014


PASSANDO A LIMPO # 22 - 10 - 2015


PASSANDO A LIMPO # 13-05-2015 * NO PROGRAMA PASSANDO A LIMPO DESTA QUARTA-FEIRA, MIRO TOPA TUDO ENTREVISTOU CIRO LEITE, QUE FALOU SOBRE A IMPORTÂNCIA DA AUDIÊNCIA PÚBLICA DAS BALSAS PARA A REGIÃO DE PORTO SEGURO.


BAND NOTICIAS # 03 - 02 - 2016 * NESTA QUARTA-FEIRA, DESTAQUE PARA A ENTREVISTA AO VIVO COM CARLINHOS DO BOMBORDO, QUE FALOU SOBRE O RESGATE DO CARNAVAL CULTURAL DE PORTO SEGURO E CONVIDOU A TODOS PARA O BLOQUINHO DO BOMBORDO.


BAND NOTICIAS # 02 - 02 - 2016 * NESTA TERÇA-FEIRA, DESTAQUE PARA A ENTREVISTA AO VIVO COM GABRIEL BRITO, VOCALISTA DA BANDA VIROU BAHIA, QUE FALOU SOBRE A LAVAGEM DO BOMBORDO, REALIZADA NO ÚLTIMO SÁBADO, E CONVIDOU A TODOS PARA O BLOCO BALACOBACO.


PUBLICIDADE
ENQUETE
O que você acha da legalização do transporte alternativo em Porto Seguro?

Acho uma excelente ideia, precisa ser regularizado.
Deve ser regularizado, mas em número limitado de veículos
Sou contra, vai prejudicar os taxistas e mototaxistas
Os clandestinos não tem responsabilidade e não devem ser legalizados
A prefeitura deveria liberar para todo mundo e a população que escolhesse quem ela quisesse

     

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

VERSÃO ANTERIOR
- Rede Topa Tudo
- Blog do Miro